07/07/2009

Antítese

O recurso de contraste de cena com música é bem recorrente no cinema para chamar a atenção do público, para ironizar, dramatizar, etc. Um exemplo besta seria o da música Nobody but me no massacre dos crazy 88s em Kill Bill, o que faz com que o massacre seja algo divertido, beirando o cômico.
Os que mais me chamam a atenção são os filmes do oriente... Ao meu ver, há um cuidado extremo com fotografia e trilha, que realmente fazem com que você entre no clima da situação mostrada. Exemplos:



Vendo o terror coreano Sapatos Vermelhos nota-se esse aspecto, nos flashbacks apresentados. Os violinos utilizados causam tanto suavidade como podem beirar a tristeza e quem sabe o terror, dependendo da cena, o que é mais notado com notas de piano dispersas (truque muito utilizado em filmes do gênero).



Um outro terror, esse me surpreendendo bastante, foi Espíritos 2, que possui uma narrativa sólida e agrada variados tipos de público. A música é quase que um coadjuvante que se destaca bastante nesse filme.



O que mais mexeu muito comigo foi, sem dúvidas, Oldboy, orbigatório, ponto final.

3 comentários:

Flávio disse...

oldboy é...é.
;)

Vanderson disse...

Oldboy é fodão!!

O Guri disse...

Também gostei muito do Sapatos Vermelhos, acho muito bem feito ;)

http://umgurientregurias.blogspot.com/